Blog Puro Bem-Estar

/Tendências

Mitos e verdades sobre secadoras de roupas

 

A secadora de roupas é um dos eletrodomésticos que pode facilitar (e muito!) o dia a dia as pessoas. O simples fato de secar peças rapidamente, e a qualquer momento, faz os olhos de muita gente brilhar ? sobretudo os de quem mora em regiões de muito frio e umidade.

 

Porém, a presença das secadoras nos lares brasileiros ainda é recente. A ideia de ter a sua própria máquina de secar roupas ainda é norteada por muitas dúvidas e mitos. Mas é difícil encontrar quem já se arriscou com uma e teve arrependimento. Dizem que é um caminho sem volta: quem tem não larga mais.

 

Mas para adquirir a sua secadora com segurança e certeza de estar fazendo um bom negócio, é preciso que todas as dúvidas sejam esclarecidas. Por isso, no post de hoje, separamos os principais mitos e verdades sobre ter uma secadora de roupas em casa! Confira.

 

1) Secadora encolhe as roupas?

Mentira e verdade.

Essa é uma das maiores dúvidas quando o assunto é secar as peças com ar quente. É verdade que as peças podem encolher e a quantidade de gente que perdeu roupas por isso não nos deixa mentir. Mas não é verdade que isso se trata de um problema da secadora. Cada peça de roupa tem uma composição bastante variada e o problema está justamente em certos tipos de tecido. Alguns deles têm fibras que não resistem a determinadas temperaturas e, assim, há danos quando o tecido é submetido a temperaturas inadequadas. Sendo assim, é claro que a peça vai encolher e a gente vai culpar a secadora.

 

O que deve ser feito é bastante simples: observar a etiqueta. Lá estarão todas as informações que você precisa saber: se pode ou não ir à secadora; se sim, a quantos graus a peça pode ter contato; etc.  

 

2) Secadora gasta muita energia?

Mentira.

Foi-se a época em que as contas de energia ganhavam novos e exorbitantes números quando uma secadora era adquirida. A tecnologia serviu não somente para aprimorar os produtos e torná-los mais práticos e eficientes, como também mais econômicos.

 

Segundo a professora de economia da UNIVILLE, Jani Floriano, uma secadora de roupas consome, em média 42,0 kWh por mês (considerando 12 usos de 1 hora cada). Esse consumo é menor do que o de uma torneira elétrica (por 30 dias, uso de meia hora diária), por exemplo.

 

3) Não pode secar sapatos.

Mentira.

No mercado, há uma grande variedade de modelos de secadoras e alguns contam com recurso que permite a secagem de sapatos. É o caso de secadoras suspensas que vêm com cabides especialmente projetados para secar tênis e outros tipos de sapato. Mas atenção: o mesmo cuidado com as roupas vale também com os calçados. É necessário procurar saber se o item pode ser levado a temperaturas mais elevadas em causar danos.

 

4) Todas as peças precisam ser passadas depois.

Mentira.

A depender do tecido, o processo de secagem pode resultar em peças prontas para irem para o armário. A facilidade é ainda maior se a secadora permite que as peças sequem penduradas em cabides, como é o caso das suspensas. Além disso, há modelos que contam com ciclos especiais para amaciar as peças, fornecendo alguns minutos de ar frio logo após o término da secagem. Uma dica excelente que ajuda bastante a garantir peças pouco amassadas é nunca esquecer as roupas dentro da secadora depois de todo o processo. Assim, é ideal retirar as peças logo que todos os ciclos terminarem!

 

5) Posso secar peças que molharam acidentalmente.

Mentira.

Não é indicado o uso da secadora para secar peças que molharam acidentalmente, como no casos de chuva, por exemplo. Por questões de limpeza e de conservação das peças, só devem ser levadas à secadora as roupas que já foram previamente lavadas.

 

Agora que você já sabe quais observações são mitos e quais são verdades quanto o assunto são as secadoras de roupas, que tal saber como economizar tempo na hora de lavar suas roupas? Acesse o post que nós preparamos e confira!

 

Voltar
}